quinta-feira, 23 de novembro de 2017

Otimismo é esperar pelo melhor. Confiança é saber lidar com o pior.. "Roberto Simonsen"

Nação Palestrina.

O titulo dessa postagem é o sentimento que fica com a contratação do novo treinador alviverde, Roger Machado.

Havia o otimismo na contratação de um nome "indiscutível"  para "incinerar" as frustrações palestrinas em 2017 e transformar o ano de 2018, arrebatador.

O novo comandante palmeirense chegará com um alvo na testa desde o inicio da temporada.

Não haverá paciência com resultados adversos.

O que será injusto, por que o Roger não fez parte desse ano desastroso do Palmeiras.



Mas como diz o título dessa postagem " Confiança é saber lidar com o pior".

E me agarrarei nisso, pelo menos até ver o que o Roger é capaz de fazer com um elenco, que é bom e ficará melhor ainda com os reforços que virão.

Acredito que o técnico palestrino pode conseguir uma coisa que o Eduardo Baptista e o Cuca não conseguiram.

Construir um defesa forte !

Roger Machado, de escola gaucha, quando assumiu o Grêmio, em 2015, conseguiu arrumar o setor defensivo dos gremistas, que na ocasião, era uma "peneira".  

O Roger assumiu o Grêmio na rabeira, perto do Z4, no brasileirão, e levou os gaúchos a 3° colocação do Brasileirão.

Agora é esperar e ver do que ele é capaz.

Apoiarei, apesar de reprovar essa contratação.

SEJA BEM VINDO !!

Saudações Palestrinas.

quarta-feira, 22 de novembro de 2017

Paulo Cezar de Andrade Prado: Testa de ferro ou um simples merda ?

Nação Palestrina.

Episódio IV.

Quando um jornalista abandona o seu compromisso com a verdade e com a realidade, a continuidade desse "profissional", no jornalismo, é acompanhado de mentiras, de todos os tipos, e de vinganças direcionadas, na maioria das vezes, encomendada.

E quando um jornalista decide seguir esse caminho, o desfecho não poderia ser outro.

 Humilhação publica. 

Mais uma condenação sofrido pelo blog do Paulinho.

Talvez, a maior derrota sofrida pelo "jornalista", ao ser obrigado judicialmente a se retratar com, acreditem, o Kia Joorabchian.

Não defendo esse merda, considerado da Máfia Russa.

A questão, novamente, é apresentar uma denuncia sem provas, especialidade do tal Paulinho.

Eis mais uma humilhação do "Blog da Credibilidade"



Semana que vem, daremos continuidade na divulgação da "credibilidade" do "jornalista".

Saudações Palestrinas.

terça-feira, 21 de novembro de 2017

O elo Fraco !

Nação Palestrina.

Não vou desprezar totalmente os benefícios desde que o treinador Alberto Valentim assumiu o Palmeiras.

Mas também, por mais que eu me esforce, não vejo as qualidades necessárias para a sua efetivação.

Reconheço que ele é bom em unir o elenco e apaziguar os ânimos quando estão a flor da pele.

Mas é muito pouco para um clube que vai sofrer mais pressão em 2018. 

A frustração desse ano será a "pólvora" que a torcida e a "imprensa" utilizarão ano que vem a cada novo fracasso, devido ao grande investimento, que já recomeçou, com a contratação do Diogo do Cruzeiro.

Acredito que o Valentim não é capaz de lidar com a pressão que virá, isso ficou claro para mim quando o treinador palestrino convocou aquela reunião com jogadores na sala de imprensa na Academia de Futebol.

Também acredito que a limitação do treinador palestrino, está mais visível a cada jogo, principalmente na parte defensiva.

Sob o comando do Valentim, disputamos 9 jogos, e tomamos gols em 7 deles.

Levamos um gol do Atlético(GO), outro contra os reservas do Grêmio, mais dois contra o Cruzeiro, três contra o Corinthians, mais três contra o Vitória, um contra o Sport e mais dois contra o Avaí.

Não levamos gols em apenas dois jogos, Ponte Preta e Flamengo desfalcado.

Ontem, contra o Avaí, a desorganização defensiva chegava a assustar.

A última linha de defesa joga muito adiantada.

Além de jogar muito a frente, ora a nossa linha de defesa jogava com 4 defensores, ora com 3, deixando uma das laterais desguarnecidas ou um buraco no miolo da defesa.

E, acreditem, tinha momentos em que a nossa defesa ficava apenas com dois defensores e ainda sim, extremamente adiantados. 

Isso antes do primeiro gol do jogo.

Também não posso deixar de comentar as entrevistas do treinador do Avaí e do jogador Betão.


Reparem, no segundo gol do Avaí, a posição da nossa defesa

Antes do jogo, o repórter, não me lembro qual, perguntou ao treinador do Avaí, qual era a estratégia para vencer o jogo, e ele respondeu :

"- o Palmeiras joga com a sua linha de zaga muito adiantada, vamos tentar tirar proveito disto".

No intervalo do Jogo, o Betão, ao ser perguntado, o que o Avaí faria na segunda etapa, ele respondeu :

"- O Palmeiras joga com a sua linha de defesa adiantada e vamos continuar a jogar nas costas dos zagueiros".

Ou seja, até o Betão, MEU DEUS, conseguiu perceber isso.

Já o Valentim.

O nosso treinador é bom sujeito e trabalhador, mas não podemos cometer o mesmo erro que cometemos esse ano quando contratarmos uma aposta, ou seja, o Eduardo Baptista.

É muita coisa em jogo! 

E será um risco muito grande!

Saudações Palestrinas.

sábado, 18 de novembro de 2017

O cerco está se fechando.

Nação Palestrina.

A Sociedade Esportiva Palmeiras, depois de décadas de submissão, tem um rara chance de cortar um tumor maligno que definhou o clube que tanto amamos.

Pela primeira vez um "escândalo", que sempre é prejudicial a um clube, trouxe beneficio ao invés de malefício.

O "escândalo" dos ingressos, envolvendo o Mustafá Contursi, veio em um momento onde o ex-presidente voltava a ganhar força no conselho Palestrino.



Hoje, acuado e perdendo apoio, até dos seus mais fiéis cachorrinhos (conselheiros), o Mustafá tenta a todo modo desviar o foco da denúncia, com o intuito de ganhar tempo e recuperar o apoio perdido.

Para alcançar o seu objetivo, o ex-presidente tenta derrubar o nosso diretor de Futebol, Alexandre Mattos.

Poderíamos enumerar aqui, os erros e acertos do nosso diretor de futebol, mas esse  é um assunto para outra oportunidade.

A questão principal é, hoje, precisamos do Alexandre Mattos.

Para aqueles que analisam somente as contratações feitas por ele, saibam que isso não é o fator positivo e nem negativo em sua gestão, mas sim a profissionalização do Departamento de futebol do Palmeiras.

A Sociedade Esportiva Palmeiras, apesar de sua grandeza e incontáveis conquistas, sempre foi gerida por amadores, e mesmo assim, conseguimos nos tornar o Campeão do século XX.

Agora, imaginem o Palmeiras com a profissionalização de todos os seus departamentos !

Aliás, nós já podemos, não imaginar, mas relatar os primeiros resultados dessa profissionalização.

Pela primeira vez, o Palmeiras é o clube com a maior arrecadação do futebol brasileiro, com a incrível marca de 477 milhões de reais.

Conseguimos deixar o Flamengo e Corinthians para trás nesse quesito.

O Palmeiras também possui o maior patrocínio do futebol nacional, com cerca de 100 milhões arrecadados.

Vale lembrar que os mesmos, FLA e SCCP sempre tiveram os maiores patrocínios.

Além disso, em se tratando de Marketing, alcançamos a marca de 92 milhões de reais arrecadados em um único ano, deixando na 2° colocação o SCCP, 72 milhões e em 3° o FLA com 66 milhões.

Para vocês terem noção do que isso representa, em 2009 o Palmeiras arrecadou 9 milhões em ações de Marketing.

Enfim...

Para aqueles que acompanham o Palmeiras apenas dentro de campo, provavelmente devem estar se perguntado, o que o Mustafá ganharia ao derrubar o Alexandre, mesmo com todos esses resultados, entre outros.

A resposta é simples.

Quanto mais o clube se profissionalizar, menos o Mustafá consegue interferir no Palmeiras.

Quando um clube, torna a sua gestão profissional, o clube "caminha" com as próprias pernas, independente de quem for o presidente, e por esse motivo, o ex mandatário palestrino é contra.

Por isso, nós torcedores, não podemos deixar esse denúncia cair no esquecimento.

É uma rara oportunidade de nos livramos, não do Mustafá, mas da influência e do poder que ele ainda tem no conselho palestrino.

Esperamos que essa denúncia se confirme e que o rato seja desmoralizado.

Saudações Palestrinas.